Este ano foi de grandes mudanças para o mercado de Venda Direta e Marketing Multinível.

Embora para muitos essa transformação tenha sido traumática, ela indica um futuro promissor para as empresas que estiverem atentas a essa nova dinâmica.

Vamos entender, a seguir, por que estamos vivendo um grande marco na história do mercado nacional e como o Multinível está voltando às suas origens.

A essência do Marketing Multinível

O Marketing Multinível nasceu como um canal de vendas diretas que remunera seus consultores por revender produtos, promover a marca e construir equipes.

Porém, os ganhos recorrentes gerados pela construção de rede se tornaram tão interessantes, que foram se gerando várias distorções no modelo de negócio ao longo do tempo.

Como essa essência foi sendo distorcida ao longo do tempo

Com esse foco exagerado no modelo de negócio, os produtos passaram de protagonistas a meros coadjuvantes.

A grande maioria das empresas já nascia com o pensamento de recrutar top líderes  para inflar o seu faturamento o mais rápido possível.

Estimuladas por isso, as lideranças apresentavam os ganhos em rede como o grande atrativo do negócio para sair de uma vida comum para o tal “extraordinário”, deixando as vendas e os produtos sempre em segundo plano.

Mas ambos se esqueciam que, para haver ganhos significativos em rede, era preciso conquistar o gosto dos clientes finais. E que, para isso, é necessário investir em inovação e qualidade a um valor justo e competitivo com o mercado tradicional.

Obviamente, a maioria não obedeceu este princípio e não está mais aqui para contar a história.

Algumas ações duvidosas que surgiram como consequência dessa distorção do modelo de negócio

Conhecendo a fundo os medos, desejos e frustrações do ser humano comum, o mercado passou a abusar das formas de convencer as pessoas a enriquecer com base nos ganhos em rede.

Algumas das principais ações neste sentido são, por exemplo:

  • Estimular o dinheiro fácil (“você só precisa de 6 pessoas para ter uma renda recorrente de R$ 100.000,00”);
  • Abusar das histórias de inspiração, sem alinhar as expectativas em relação ao trabalho por trás desses resultados;
  • Estímulo à ostentação no processo de recrutamento de novos consultores;
  • Incentivar a compra de produtos somente para qualificação, gerando estoques absurdos dentro de casa;
  • Pagamentos a líderes de outras empresas para migrarem sua rede para outros negócios, como forma de gerar resultado rápido;
  • Promover a entrada de novos consultores pagando kits caros, mas sem ensiná-los a como fazer dinheiro com aqueles produtos.

Enfim, se for listar tudo o que já vimos ao longo desses anos, daria para escrever um livro (que não seria motivo de orgulho, diga-se de passagem).

Os efeitos positivos e negativos desse foco exagerado na construção de rede

Essa estratégia de acelerar os resultados focando na renda residual da construção de rede ajudou a produzir alguns milionários ao longo do tempo.

Porém, deixou dezenas de milhões de pessoas frustradas por não conseguirem duplicar os resultados dos maiores líderes do mercado.

Como as empresas já nasciam criando formas mirabolantes de atrair pessoas pelos ganhos do plano de bonificação, não conseguiam se sustentar por muito tempo.

Assim, até mesmo quem conquistava grandes resultados também passou a se frustrar com a pouca longevidade dos negócios.

“Eu construo, mas a empresa destrói”. Quem nunca ouviu essa frase de um líder do mercado de Multinível?

Mas, ao mesmo tempo, se a empresa não exagerasse nas formas de ganhos, não teria conseguido fazer “brilhar os olhos” dessas mesmas pessoas…

O que mudou em 2022?

Este foi o ano em que o Marketing Multinível sentiu, de fato, os efeitos da pandemia no modelo de negócio.

O consumidor se tornou ainda mais digitalizado e atento em relação às marcas e aos produtos que coloca dentro de casa.

As oportunidades de renda adicional que concorrem com a Venda Direta em Multinível se multiplicaram.

E, claro, aquelas estratégias duvidosas de recrutamento que já estavam defasadas se esgotaram totalmente

Em outras palavras, as pessoas não caem mais em qualquer história que contam para elas, principalmente em relação a ganhar dinheiro fácil. 

E ainda passaram a contar com várias outras oportunidades de gerar renda extra, sem precisar aprender as novas habilidades exigidas pelo nosso mercado.

Por que esse é um marco positivo para a Venda Direta em Multinível?

Essa evolução no comportamento do consumidor está obrigando as empresas e as lideranças a também reinventarem a forma de desenvolver o negócio.

O produto tem retomado cada vez mais o posto de protagonista, com os ganhos em rede sendo a consequência de um bom trabalho de revenda e desenvolvimento pessoal.

Tenho visto mais empresas nascerem buscando inovação e qualidade em produtos, com o foco no cliente final (que é quem paga os bônus no final das contas).

É como se o Marketing Multinível estivesse redescobrindo a roda, ao voltar às suas origens como um canal de vendas e distribuição que remunera em diversos níveis. 

O que esperar para o futuro?

Diante de tudo isso, as tendências são mais do que positivas para os próximos anos.

As empresas estão aprendendo a usar melhor os canais digitais a seu favor e já vemos surgir um novo perfil de liderança, muito mais conectada a este novo momento das relações pessoais e de negócios.

Mas isso é assunto para o próximo artigo.

E se você discorda de algum ponto, vamos continuar esse debate aqui nos comentários ou lá no nosso canal do Instagram.

Fábio Guedes é jornalista e atua desde 2017 na Venda Direta e Marketing Multinível, construindo estratégias de conteúdo e comunicação institucional para grandes empresas e lideranças do mercado. Atualmente, presta consultoria de Comunicação e Marketing para empresas de Venda Direta, MMN e Franchising e é editor-chefe do portal upline.news

6 Comentários

  1. Faz muito sentido tudo que foi falado!
    Muitas empresas esqueceram suas origens, principalmente no Brasil onde o foco sempre foi o recrutamento com kits altos e pouco trabalho na fidelização de clientes.
    A inversão foi que os produtos viraram uma justificativa para pagar o plano de remuneração e não o contrário.
    Hoje temos uma oferta muito grande de empresas e produtos e uma baixa credibilidade do marketing multinivel, gerando desta maneira uma crise de crescimento do setor, enquanto temos outros setores que continuam crescendo a cada dia, mesmo com um sistema mais simples de remuneração, como é o caso do marketing digital e dos planos de afiliados que focam nos produtos, mesmo que sejam digitais.

  2. Estamos caminhando para um novo modelo de profissionais no mercado.

    Não tem mais espaço para amador fazer de qualquer jeito o Multinivel, os que achavam-se mais esperto que todos, destruindo sonhos e família, pensando unicamente em colocar dinheiro no bolso .

    Uma nova onda de profissionais estão se conectando no mercado, galera mais exigente, mais conectada, galerinha que não cai mais na lábia do dinheiro fácil, muito menos na lábia de fanfarrões querendo ganhar vantagem.

    Para alguns grandes player do mercado que fizeram fortunas no passado com a forma agressiva e amedrontadores de fazer Multinivel, só tenho a dizer já era, não funciona mais

    O mundo mudou ! Os clientes mudaram a forma de comprar e de vender mudou e as empresas estão se adaptando a isso agora, se o profissional não mudar

    Game Over

  3. O MMN sempre foi uma estratégia mercadológico de vendas, porém muitos líderes e gestores de empresa deturparam esse modelo, agora o cenário é de mudança, estamos desconstruído algo que erroneamente foi construído, acredito que voltaremos a viver a essência do negócio que o foco é o desenvolvimento de pessoas e a habilidade em vendas.
    Infelizmente o mercado teve que pagar pra ver e voltar a fazer o que sempre funcionou, porém continuo acreditando que o MMN é a maior ferramenta de transformação para quem de verdade quer empreeder e se desenvolver em várias áreas.

    • É isso aí, Fabiano! O Marketing Multinível é o único mercado que permite se beneficiar de uma renda residual, começando com baixíssimo investimento. E que ainda te oferece a oportunidade de empreender na companhia de pessoas que já trilharam o caminho do sucesso e ainda estão dispostas a te ajudar a crescer junto com elas.

      Com a maior profissionalização do Multinível, a tendência é de que mais pessoas possam ter sua vida transformada ao empreender em empresas sérias, sem as loucuras que caracterizaram muitas iniciativas no nosso mercado nos últimos anos.

Leave A Reply