A pergunta entrou como um soco direto no meu ouvido, ao atender o telefonema de um famoso top líder do mercado:

“A culpa é do líder ou da empresa?”

Antes mesmo que eu conseguisse assimilar e ensaiar uma resposta, ele continuou:

“Quando a empresa faz um plano de bonificação agressivo e precisa mudar as regras no meio do caminho, a culpa é do líder ou da empresa?”

Isso me fez pensar em diversas outras situações que poderiam muito bem merecer esse mesmo questionamento:

  • E quando a empresa ouve demais as lideranças e depois não consegue cumprir com tantas promessas?
  • E quando se faz uma projeção de ganhos exagerados que não se cumpre e a empresa se vê obrigada a fechar as portas?
  • E quando se gera uma concorrência predatória com o pagamento de BDA (Business Development Agreements, um valor pago para atrair líderes de outras empresas)?

E aí, de quem é a culpa?

Todos esses são sintomas de uma visão de curtíssimo prazo, em que os resultados artificiais são forjados para justificar investimentos, mostrar uma grandeza irreal ou simplesmente alimentar egos.

A culpa? Bem, ela é de todos nós que estamos no mercado e, muitas vezes, construímos metas estratosféricas e impossíveis de serem cumpridas.

Existe uma expectativa irreal do fantástico mundo do Multinível em que uma companhia precisa nascer com um plano de bonificação agressivo, campanhas faraônicas para viagens paradisíacas e carrões importados no plano de carreira.

E “ai” dessa empresa se não fizer centenas de Diamantes, Duplos Diamantes e Imperiais logo nos primeiros meses.

Todos vão achar que o negócio “não está rodando” e ficarão à espreita da próxima oportunidade que os fará “brilhar os olhos” novamente.

Mas, felizmente, isso está acabando…

Com o avanço do consumo digital, a Venda Direta e o Marketing Multinível precisarão competir cada vez mais com outros canais como marketplaces, e-commerces e os próprios influenciadores digitais.

Para atrair esses consumidores tão exigentes, a profissionalização será o único caminho possível para o nosso mercado, obrigando muitas empresas e lideranças a se adaptarem a essas mudanças.

Assim, essas relações entre as empresas e os consultores tendem a se tornar mais transparentes, colaborativas e profissionais.

E já não haverá nenhum sentido em tentar encontrar culpados por comportamentos nocivos ao mercado.

Líderes, queremos vocês aqui no upline.news

Nessa semana, ao interagir com o nosso público no Instagram, todos foram unânimes em querer ver as lideranças dando as suas visões sobre o atual momento e o futuro do nosso mercado.

Se você chegou até aqui, envie esse artigo para os líderes que mais admira e os convide para seguir o @upline.news e interagir nas nossas conversas por lá.

Envie também sugestões aqui no nosso Whatsapp.

Fábio Guedes é jornalista e atua desde 2017 na Venda Direta e Marketing Multinível, construindo estratégias de conteúdo e comunicação institucional para grandes empresas e lideranças do mercado. Atualmente, presta consultoria de Comunicação e Marketing para empresas de Venda Direta, MMN e Franchising e é editor-chefe do portal upline.news

Deixe um comentário

© 2022 Todos os Direitos Reservados a Upline.News

Assine nossa Newsletter

Receba em primeiro lugar as novidades e conteúdos exclusivos do Upline.News



This will close in 0 seconds