Mais de 400 profissionais e empresários estiveram reunidos, na última quinta-feira (20/10), para discutir o futuro do mercado no 3º Congresso Nacional de Vendas Diretas.

O destaque principal do evento, organizado pela ABEVD (Associação Brasileira das Empresas de Vendas Diretas), foram as discussões em torno de um novo posicionamento para o mercado no Brasil.

“As pessoas estão mais impacientes para consumir informação. Temos que analisar o quanto conseguimos ser ainda mais simples e diretos para nos relacionar com as consultoras. Esse é o maior desafio para o futuro”, pontuou Emerson Teixeira, diretor executivo de Gestão Comercial e de Relacionamento da Avon.

Na avaliação do CEO da Jequiti Cosméticos, Eduardo Ribeiro, o avanço do digital tem permitido uma atração maior de empreendedores independentes, mas com deficiências crônicas na retenção.

“Devemos normatizar melhor a entrada de novos consultores, pois de nada adianta entrarem 30 mil pessoas e saírem do mesmo jeito que chegaram”, afirmou Ribeiro.

Publicidade

O CEO e  presidente da Hy Cite, Paulo Moledo, destacou a importância das empresas usarem a tecnologia para gerar desejo pela marca para o consumidor final. “Isso vai gerar uma atração de clientes ainda maior para os representantes”, opinou.

Para Daniel Silveira, presidente da Avon Brasil, é necessário refletir sobre um reposicionamento geral para a Venda Direta nessa nova era da informação.

“Precisamos contar a história de uma forma diferente, com uma modernização da linguagem e uma forma cada vez mais simples e fácil de iniciar e desenvolver o negócio”, destacou o executivo.

Em geral, todos concordaram que é preciso se aprofundar cada vez mais nos aspectos capazes de gerar paixão pela marca, simplificar a comunicação, capacitar melhor os novos consultores e humanizar as relações no digital.

“A essência do nosso modelo de negócio é o relacionamento pessoal. Precisamos desse olho no olho e isso nunca vai mudar”, frisou Gilberto Guitti, diretor geral da Polishop com.vc.

A presidente da ABEVD, Adriana Colloca, comemorou o retorno do Congresso presencial, após três anos de interrupção devido à pandemia. 

“Na Venda Direta, apesar de estarmos nos digitalizando, o encontro presencial é fundamental e ficamos felizes em ter cumprido nosso papel de propiciar este ambiente produtivo de discussão para o futuro do nosso mercado”, disse Adriana.

Atrações especiais e premiações

William Miranda, um dos sócios da Akmos, recebeu a premiação pelo programa de capacitação de consultores realizado pela empresa

Um dos pontos altos do Congresso foi a participação de Luiza Trajano, presidente do Conselho de Administração da Magazine Luiza, que comentou a experiência do Parceiros Magalu e da humanização do digital promovida pela empresa.

O evento contou ainda com uma exposição de grandes empresas do mercado e experiências de beleza e bem-estar para os visitantes.

Entre as empresas de Marketing de Relacionamento, a Jan Rosê e a Akmos receberam o Prêmio ABEVD por iniciativas inovadoras de inclusão e capacitação de consultores, respectivamente.

No painel sobre liderança feminina, a Akmos também marcou com a CEO Carolina Saraiva, ao lado de Érica Pagano, vice-presidente de Produtos e Branding do Hinode Group.

Opinião do editor: Por que você deve ir ao Congresso do ano que vem?

Troca de experiências com profissionais e empresários do mercado é um dos aspectos mais interessantes do Congresso

Além de poder ouvir os principais executivos do mercado, o Congresso é uma excelente oportunidade de rever amigos, conhecer novas empresas e se relacionar com profissionais que podem gerar futuros negócios.

Pelo lado da ABEVD, eu pensaria em experiências imersivas para atrair mais participantes na Expo, como um protótipo de como seria uma empresa de Venda Direta no metaverso, por exemplo.

Seria interessante também um painel com lideranças para discutir o novo papel do líder e iniciativas que estão dando certo para ensinar, inspirar e reter consultores no digital.

De qualquer forma, participar do Congresso é fundamental para quem deseja construir uma história de sucesso no mercado, ao permitir a troca de experiências e informações estratégicas com empresários e executivos de todos os perfis.

Parabéns à ABEVD pela organização impecável e por se colocar como um agente de união das empresas pela evolução constante da Venda Direta.

Fábio Guedes é jornalista e atua desde 2017 na Venda Direta e Marketing Multinível, construindo estratégias de conteúdo e comunicação institucional para grandes empresas e lideranças do mercado. Atualmente, presta consultoria de Comunicação e Marketing para empresas de Venda Direta, MMN e Franchising e é editor-chefe do portal upline.news

Deixe um comentário