Os consultores de Marketing Multinível sempre olharam feio quando suas empresas tentavam investir em anúncios de TV e outros meios de divulgação tradicionais.

Afinal, uma das premissas do nosso mercado é que os consultores são os únicos responsáveis pelo marketing. Ou seja, se há verba para propaganda, que seja usada então para turbinar ainda mais a bonificação da força de vendas. 

Mas com o crescimento avassalador do mercado digital, será que esse modo de pensar ainda faz sentido

É inteligente depender apenas de um canal para propagar o negócio? 

É possível criar um modelo de expansão digital em parceria com as lideranças, alavancando ainda mais os resultados de ambos?

Mais do que possível, isso é necessário para o crescimento do mercado daqui em diante.

Sim, as empresas de Multinível PRECISAM investir em marketing digital

Não acredito que, em pleno 2022, alguém ainda vá contra uma empresa investir em marketing digital.

Afinal, o que é mais simples: compartilhar o link de uma página de vendas ou estimular os consultores a vencer o medo da rejeição e sair por aí apresentando o produto para as pessoas?

O mesmo vale para o recrutamento. Não faz mais tanto sentido ir para a rua fazer contato frio com 20 pessoas na esperança de converter uma, se você pode alcançar muito mais gente pelas redes sociais e de forma direcionada.

Além disso, quanto menos sua marca for conhecida nas redes sociais, mais difícil será convencer alguém a consumir os seus produtos e desenvolver o negócio.

Seja no Multinível ou em qualquer outro mercado, investir em marketing digital já não é uma escolha — e sim uma necessidade de sobrevivência diante de uma concorrência cada vez mais feroz de outros modelos de negócio.

A questão é: como investir em marketing digital sem concorrer com os consultores?

Em primeiro lugar, é preciso entender que sempre haverá resistência de algumas lideranças no momento de implantar uma estratégia de marketing digital.

Afinal, ainda existe uma mentalidade antiga de que a empresa estaria concorrendo com sua própria força de vendas ao investir em outros canais de divulgação.

Mas vamos pensar com racionalidade: será mesmo que a sua rede tem capacidade de divulgar a marca para algumas dezenas de milhões de pessoas a um custo baixo

Não estaria a empresa facilitando a vida dos seus consultores, ao ampliar o poder e o alcance da sua marca para um público qualificado?

Em outras palavras, você acha mais fácil convencer alguém a comprar e revender produtos da Nestlé (que já é uma marca conhecida) ou dos Biscoitos Laura?

No Multinível, o sucesso do investimento em marketing digital vai depender da estratégia de comunicação por trás — e como a empresa fará isso em parceria com as suas lideranças.

Como criar uma estratégia digital em parceria com as lideranças

Em primeiro lugar, nenhuma ação será eficiente se a empresa não tiver já estabelecida uma relação de confiança com a sua rede.

A empresa prometeu algo e não cumpriu? Andou atrasando alguns bônus? Não tem um diálogo recorrente e produtivo com as lideranças?

Tudo isso vai influenciar no momento da sua estratégia digital ser encarada como uma aliada ou ameaça aos negócios dos seus consultores.

Aqui vão 10 aspectos importantes que as empresas devem observar para essa parceria funcionar:

  1. Crie um Plano de Comunicação, informe as lideranças e mostre boa vontade em fazer algumas adaptações, conforme sugestões que certamente vão surgir.
  2. Escolha seus produtos de maior potencial e crie páginas de vendas específicas para eles, com design e conteúdo fortes e atrativos. Crie links exclusivos para os seus consultores utilizarem essa página de divulgação e receberem as bonificações, como no modelo de afiliados.
  3. Crie uma landing page forte de recrutamento conectada ao seu sistema de gestão de rede.
  4. Faça o impulsionamento dessas páginas de vendas e recrutamento e analise os resultados diariamente.
  5. Divida com os consultores os resultados (R$) das conversões. Você pode fazer isso criando uma regra para que os consultores que cumprirem determinado requisito recebam os leads e uma porcentagem das vendas realizadas diretamente pela empresa. 
  6. Seja transparente e faça reuniões periódicas para mostrar os resultados das estratégias digitais. É assim que uma empresa parceira da sua força de vendas se comporta.
  7. Treine os seus consultores para fazerem as mesmas estratégias que a empresa está aplicando e ofereça a eles exatamente os mesmos materiais que a sua equipe interna está utilizando.
  8. Faça parcerias com influenciadores que se conectam com sua marca e direcione os leads para os seus consultores. Assim, você amplia o alcance da marca e envolve os consultores nos ganhos diretos e indiretos dessa iniciativa.
  9. Crie uma cultura interna de experimentação e testes constantes para otimizar ao máximo essas estratégias digitais, coletando os feedbacks dos consultores, dos leads e testando novas abordagens
  10. Não pare de tentar mesmo se os resultados não aparecerem logo no começo. Aliás, é esperado que os resultados levem tempo para acontecer e demandem uma série de ajustes na estratégia no meio do caminho.

Fazendo isso, a empresa terá milhares de aliados na construção e aceleração da sua estratégia digital, enquanto todos ganham juntos neste processo.

É preciso pensar também em uma estratégia de retenção digital baseada no patrocínio responsável compartilhado, com uma trilha clara de relacionamento com o novo cadastrado até ele alcançar os seus primeiros resultados.

Para dar ainda mais força a essa relação de confiança e parceria,  a empresa deve evitar ao máximo utilizar algo que não possa ser ensinado para os consultores colocarem em prática.

Assim, se construirá uma relação cada vez mais saudável, transparente e produtiva entre todos os envolvidos.

Um novo Multinível está surgindo

Construir essas estratégias digitais não é nenhum bicho-de-sete-cabeças, tendo em vista que os próprios consultores já preferem os canais digitais para divulgar e vender os produtos.

Na verdade, esse é o básico do básico e que todas as companhias deveriam estar seguindo neste momento, se não quiserem ser engolidas pelos marketplaces, e-commerces, afiliados, dropshipping e outros modelos de negócios.

A evolução do mercado digital acelerou o amadurecimento que levará, de vez, ao fim do amadorismo no nosso mercado.

O Marketing Multinível dos próximos cinco anos será tão diferente, que nem parecerá Marketing Multinível.

Será que sua empresa sobreviverá para contar essa história? Só dependerá da capacidade dela fazer a leitura desse novo momento e agir rápido e com consistência para conquistar seu espaço no ambiente digital.

Fábio Guedes é jornalista e atua desde 2017 na Venda Direta e Marketing Multinível, construindo estratégias de conteúdo e comunicação institucional para grandes empresas e lideranças do mercado. Atualmente, presta consultoria de Comunicação e Marketing para empresas de Venda Direta, MMN e Franchising e é editor-chefe do portal upline.news

Deixe um comentário

© 2022 Todos os Direitos Reservados a Upline.News

Assine nossa Newsletter

Receba em primeiro lugar as novidades e conteúdos exclusivos do Upline.News



This will close in 0 seconds